9 de janeiro de 2015

Recuperar solo

Bom Ano de 2015 a tod@s! :-)

Neste que é o Ano Internacional dos Solos, vamos começar a preservá-lo e (re)construí-lo!

Uma das coisas mais simples que podemos fazer é produzir solo.
Como?
Basta fazer compostagem dos resíduos orgânicos que produzimos em casa! :-)

Imagem retirada daqui
Como já aqui dissemos, a compostagem permite produzir terra muito rica em nutrientes, o composto.

Imagem retirada daqui
Se o composto for colocado no solo (vasos, jardim ou campo), estamos a aumentar a camada de solo existente, especialmente aquela que permite vida (Húmus).

Imagem retirada daqui
E nem sequer é preciso ter uma composteira grande, basta usar uma caixa de plástico como explicado aqui!

Imagem retirada daqui

Vamos começar o ano a produzir solo?

27 de dezembro de 2014

Projeto Rios - Unindo pessoas e rios

Pedro Teiga, mentor do Projecto Rios "desafia cidadãos, comunidades, escolas e centros de 3ª idade a adoptar troços de rios". Ver vídeo aqui

«Enquadramento

Desde as primeiras civilizações, o ser humano, por razões económicas, culturais e de lazer, esteve sempre ligado aos recursos hídricos, vivendo uma relação que sustentava uma natureza mais poderosa do que o Homem. Com a evolução da civilização humana, esta posição mudou. O desenvolvimento das sociedades atuais tem conduzido a uma degradação generalizada do meio ambiente e a uma utilização irracional dos recursos naturais.

Atualmente, os rios e as ribeiras em Portugal apresentam vários problemas, nomeadamente ao  nível dos usos comuns e da afluência de oportunidades de exploração de recursos que ocorrem ao longo da sua bacia hidrográfica. Muitos destes problemas resultam da falta de conhecimento e participação pública, quer ao nível da população em geral quer ao nível do poder decisor.

O que é o Projeto Rios?

O Projeto Rios é um Projeto que visa a participação social na conservação dos espaços fluviais, procurando acompanhar os objetivos apresentados na Década da Educação das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável e contribui para a implementação da Carta da Terra e da Diretiva Quadro da Água. 

A implementação deste projeto pretende dar resposta à visível problemática, de âmbito nacional e global, referente à alteração e deterioração da qualidade dos rios e à falta de um envolvimento efetivo dos utilizadores e da população em geral. »

Fonte: Documento de Apresentação do Projeto Rios 


«Em Portugal, o Projeto Rios chegou em 2006 e é promovido pelas seguintes entidades: Associação Portuguesa de Educação Ambiental (ASPEA); Associação de Professores de Geografia (APG); Liga para a Protecção da Natureza (LPN); Faculdade de Engenharia da Universidade do Porto (FEUP). A ASPEA é presentemente a responsável pela coordenação do projeto.

Actualmente estão envolvidas na implementação do Projeto Rios no território nacional diversas entidades institucionais (câmaras municipais, juntas de freguesia, escolas, associações, organizações não-governamentais (ONGs), institutos e centros de investigação), empresas e a população em geral.»

Fonte: Projeto Rios (http://www.projectorios.org/)
Metodologia:



Apresentação do Projeto Rios por Pedro Teiga em Vila Nova de Famalicão: http://youtu.be/SMAMJwLmLiQ

Mais informação em: http://www.projectorios.org/.  Inscrições aqui

(Mensagem idêntica à publicada no blogue Sustentabilidade é Acção em 17/12/2014 "Projeto Rios - Une pessoas e une rios")

22 de março de 2014

Desodorizante caseiro

Está a acabar o meu desodorizante caseiro, pelo que está na altura de voltar a fazer nova dose, de acordo com as indicações da Mariana Neves (blogue Chá e Girassóis):

2 porções de óleo de coco
1 porção de amido de milho (Tipo Maizena ou, de preferência, de marca nacional)
1 porção de bicarbonato de sódio (em pó fino)

Abaixo dos 25ºC, o óleo de coco está sólido, pelo que será preciso amorná-lo em banho maria para o derreter ligeiramente e facilitar a mistura com o amido de milho e com o bicarbonato de sódio. Depois é só colocar numa embalagem, de preferência a reutilizar, e usar.

Na minha opinião, além de fácil e saudável, é eficaz e agradável. No Verão, o desodorizante fica líquido, pelo que o melhor é guardá-lo no frigorífico, e tirá-lo algum tempo antes de utilizar. Claro que há outras receitas, que se pode adicionar óleos essenciais, mas eu gosto da simplicidade e do leve aroma do coco deste.

Entretanto, conheça as principais substâncias que devem ser evitadas nos cosméticos e produtos de higiene comerciais neste excelente artigo do Portal eCycle.

Aqui, alguns links para mais opiniões e receitas sobre desodorizantes caseiros:
http://letsmaketeanotwar.blogspot.pt/2013/06/desodorizante-natural.html (fonte)
http://aproveitaravidaja.blogspot.pt/2011/02/desodorizante-caseiro.html (fonte da fonte)
http://criacoescaseiras.blogspot.pt/2010/11/desodorizante-caseiro.html
http://ecocosas.com/eco-ideas/desodorante-en-barra/
http://ecocosas.com/eco-ideas/desodorante-casero-y-ecologico/

E ainda uma receita de desodorizante natural para a casa:
http://www.semstress.com/fazer-um-desodorizante-100-natural/

10 de fevereiro de 2014

Sumos, néctares e refrigerantes

(imagem daqui)
Beber um sumo de laranja acabada de espremer, é uma delícia! Não é muito melhor comprar laranjas e espremê-las do que embalagens de sumo? Ou de néctar?  Qual a diferença? para além do sabor, dos efeitos na saúde, no ambiente, claro! Este vídeo da jornalista Francine Lima, do canal "Do campo à mesa", explica claro (encontrei no ((o))ECO).

Em Portugal, o Decreto-Lei 145/2013 (que transpõe a Diretiva n.º 2012/12/UE), regulamenta a composição dos néctares e sumos (sucos), ao que parece, não muito diferente do Brasil: no caso do néctar de laranja, o teor de fruta mínimo é 50%, noutras frutas, depende de qual (veja o anexo IV, incluído nesse DL).



Já o refrigerante de laranja, tem no mínimo 8% de fruta (ver aqui). Veja então os vilões que uma garrafinha ou latinha de refrigerante alberga:

14 de janeiro de 2014

Curso de Apicultura em Paredes

A Associação Paredes em Transição promove o Sétimo Workshop de Apicultura com Harald Hafner em Paredes, de 28 de fevereiro a 18 de maio de 2014.

«Pretende-se que os participantes terminem o workshop com a confiança necessária para tratarem os seus próprios enxames, quer como passatempo, quer como uma possível ocupação a tempo inteiro.

O workshop será conduzido, em língua portuguesa, por Harald Hafner, apicultor austríaco há muito radicado em Portugal, mestre em apicultura, e com uma vasta experiência profissional em vários ambientes, com diversas raças de abelhas e diferentes tipos de colmeia»

As datas das sessões são as seguintes:
1.ª sessão: 28 de Fevereiro, 1 de Março e 2 Março (Sexta 21:15-23:15h; Sab. 9:15-17:15h; Dom. 9:00-13:00h)
2.ª sessão: 12 de Abril (Dom. 9:00-17:00 h)
3.ª sessão: 16, 17 e 18 de Maio (Sexta 21:15-23:15h; Sab. 9:15-17:15h; Dom. 9:00h - até terminar, de tarde)

Inscrições e mais informações no blogue Paredes em Transição (aqui)

(mensagem idêntica à publicada no blogue Sustentabilidade é Acção em 12/1/2014)

22 de dezembro de 2013

Energia e Prendas

Entrados que estamos no Inverno, a poucos dias do Natal, aqui deixamos dois apelos:

1º: com o frio que já se faz sentir, lembrem-se de tomar cuidados redobrados, mas utilizando a energia de forma consciente.
Sigam estas recomendações da Autoridade Nacional de Protecção Civil e protejam-se eficazmente do frio:

Pode descarregar o panfleto completo aqui


2º: optem por prendas sustentáveis, ecológicas, nacionais e originais, dentre as várias sugestões que podem encontrar aqui.

Lembrem-se: o melhor presente é estar presente!!!

Imagem retirada daqui

A todos os que dão valor á sustentabilidade e em especial aos que nos visitam, os nossos votos de BOAS FESTAS!!!

Imagem retirada do FB


28 de outubro de 2013

Transportes - partilha de automóvel

Viajar de transportes públicos é a opção mais sustentável quando se trata de distâncias consideráveis. Mas nem sempre é possível, e viajar só no automóvel além de caro (cada vez mais) é ambientalmente desaconselhável. 

Imagem obtida aqui
Recebi há tempos, por e-mail, a divulgação de uma plataforma na internet destinada à partilha de automóvel. Depois de uma pesquisa pela internet, encontrei o seguinte texto:

«Carpooling
O conceito de carpooling ou car-sharing é simples: partilhar o carro nas deslocações diárias ou pontuais com outros colegas e pessoas, i.e., ir ou dar “boleia” partilhando os custos.
Desta forma é possível partilhar os custos e mesmo a condução, poupando dinheiro, reduzindo o impacto ambiental ao reduzir o tráfego e as emissões poluentes.
A partilha da viatura aumenta também a convivência entre os colegas assim como reduz o stress de conduzir todos os dias.»

O texto é do site Eficiência Energética, onde pode saber muito mais sobre este modo de viajar (vale a pena ler o artigo todo).
Imagem obtida aqui

Encontrei também os seguintes sites portugueses destinados ao "carpooling":
Bem como mais alguns sites não portugueses mas que "operam" em Portugal (por exemplo, o Carpoolworld e o Roadsharing).

E ainda um blogue dedicado ao tema "Car Sharing Portugal". Segundo este blogue, a diferença entre os termos Carsharing e Carpooling é a seguinte:

"Car Sharing = utilização de um carro por curtos períodos de tempo, mediante o pagamento de acordo com um determinado tarifário.
 Car Pooling = quando várias pessoas se juntam para partilhar o mesmo carro num trajecto, i.e., de casa para o trabalho ou numa viagem."

Se conhece estes sistemas e tem alguma opinião positiva ou negativa sobre o assunto, agradeço o seu comentário. Bem como dos outros leitores, certamente.

(Mensagem semelhante á publicada no blogue Sustentabilidade é Acção em 28/12/2013)

4 de outubro de 2013

AGIR_Dia 04 de Outubro - Dia do Animal

Hoje é o Dia Mundial do Animal, data escolhida em honra de São Francisco de Assis, grande defensor dos animais.

Neste dia, vamos Agir, fazendo algo efectivo em prol dos Animais!
Podem fazer qualquer coisa que achem útil e eficaz!!! :-)
Para quem preferir sugestões, aqui ficam algumas:

Imagem retirada daqui
A vivisecção consiste no acto de dissecar (cortar, expôr e/ou remover partes de) um animal vivo com o propósito de realizar estudos de natureza anatomo-fisiológica (ver a reacção a fármacos e/ou estímulos, perceber a fisiologia, etc....).
Este tipo de procedimento é utilizado em faculdades e laboratórios um pouco por toda a Europa, incluindo cá em Portugal.
É ridículo, com todos os conhecimentos e modelos computorizados que temos para tudo hoje em dia, ter que provocar sofrimento e/ou a morte de uma animal para se aprender e/ou testar seja o que for... especialmente se for destinado a humanos, porque a correlação de resultados nem sempre é garantida... :-(

  • Podem ser voluntários por um dia no Centro de Recolha Animal da vossa área de residência, não só para dar algum carinho aos animais, mas também para perceber como funcionam estes centros. E a mesma coisa é válida em relação a Associações de Protecção Animal, que precisam tanto de voluntários e/ou de Famílias de Acolhimento Temporário! Já para não falar de apoio material em termos de alimentos e outros produtos para os animais!!!
  • Apoiar iniciativas que visem proteger e restaurar a fauna selvagem, como o Grupo Lobo, que vai assinalar o Dia do Animal no dia 05 de Outubro com um evento no seu Centro de Recuperação do Lobo Ibérico:  sessão de contos com lobos, contados pelo contador de estórias António Fontinha.
Imagem retirada daqui

  • Instituir no seu lar o Dia sem Carne (inspirada na iniciativa Segunda sem Carne), de modo a mostrar o seu respeito pelos animais, não se alimentando deles no dia que lhes é reservado e, se quiser ser sustentável e ético ao longo do ano, ter pelo menos um dia destes por semana. Melhor ainda se quiser progressivamente tornar-se vegetariano, ou melhor ainda, vegano, pois, além de mais barato e saudável, comer de modo ético é muito bom para o espírito! :-) Até uma criança de 3 anos sabe que não se devem comer os animais:


Se ainda tem dúvidas sobre porque é que o ser humano deve coexistir com os animais e ajudá-los em vez de os explorar, sugiro que veja os filmes Home e Earthlings e dois vídeos da Pink (este e este), depois, diga-me se sente a necessidade de Agir ou se consegue ficar parado depois de tomar consciência de tudo o que tomou!
Imagem retirada daqui

Um bom dia para todos os animais, incluindo os seres humanos!